Prof. Sandro

Gov.Valadares, MG

 

 

Etapa 1

 

 

Unidade 1, seção 1


Apresentação Aula 1

Exercícios Pré e Pós-aula

 

 

Unidade 1, seção 2


Apresentação Aula 2

Exercícios Pré e Pós-aula

 

 

Unidade 1, seção 3


Apresentação Aula 3

Bancos de Dados

 

 

Unidade 1, seção 4


Trabalho Parcial Etapa 1

Entrega por email (sandro.santos@kroton.com.br)
Até dia 10/abril: para devidos acertos, se houver.

Entrega impressa em papel A3:
. 1°Noturno - 16/abril
. 2°Noturno - 17/abril
. Adm Matutino - 19/abril.


Exemplo do trabalho: Hotelaria e Hospedagem

Documento em Word para criar seu trabalho

 

 


* Conteúdo da Avaliação Oficial 1 *

* Conceitos e conteúdos da Etapa 1 *


UNIDADES 1 e 2 do Livro didático no AVA.

S.I.G.: Sistemas de Informação Gerencial

Componentes de um Sistema
:
Entrada -> Processamento -> Saída.
Pode haver ainda um feedback ou realimentação, que significa ajustes ou modificações feitos a partir da análise das informações geradas pelo sistema.

E.R.P
.: Enterprise Resource Planning - Planejamento dos Recursos da Empresa: Sistema Integrado de Gestão Empresarial:
Se caracteriza por fazer com que os demais sistemas consigam se comunicar; além de permitir a troca de informação entre as diversas áreas de uma empresa, aumenta a produtividade da organização. É, portanto, um sistema interfuncional, ou seja, permite a ligação entre as diversas funções desempenhadas na empresa. Por exemplo, um recebimento de nota fiscal de compras gera lançamento no estoque (atualização do item comprado), um lançamento de ordem financeira (contas a pagar) e outro lançamento contábil (de cunho fiscal, para apuração de impostos).

S.P.T.: Sistema de Processamento de Transações:
Você se lembra do pessoal do setor operacional, que monitora as ações da empresa? Pois é, os Sistemas de Processamento de Transações (SPTs) dão apoio a esses gerentes operacionais no que diz respeito ao fluxo de informações do funcionamento da organização no que se refere às transações rotineiras, desde fluxo de caixa, vendas, folhas de pagamento, dados de funcionários, expedição. Esses sistemas contribuem muito, por exemplo, no controle e levantamento de estoque, ainda mais por deixar essas informações em um nível muito acessível.

S.A.D.: Sistema de apoio à Decisão
Fazem exatamente aquilo ao que seu nome propõe: foca num problema para ajudar o gestor a tomar uma decisão. Como assim? Imagine que, devido à crise econômica, uma empresa de colchões , decide oferecer frete grátis, somente nos próximos dois meses, na entrega, para atrair mais consumidores. Com o apoio de dados do SPT e do SIG, os gerentes conseguiriam definir se o frete grátis causaria um desgaste financeiro desnecessário na empresa ou poderiam arcar com esse investimento, inclusive com o apoio do setor de marketing.

S.A.E.: Sistema de Apoio ao Executivo
São os gerentes seniores que os utilizam para definir ações. Geralmente trata-se de decisões fora da rotina, exigentes e que dependem muito da capacidade de análise e avaliação desses profissionais. Esse sistema traz gráficos e dados vindos de diferentes fontes, e que muitas vezes estão ligados à internet para que haja a personalização de conteúdo empresarial. É possível com o SAE filtrar e rastrear dados importantes e juntá-los de maneira intuitiva: são os chamados painéis digitais, que reúnem numa única tela todas as informações personalizadas, com gráficos e diagramas para a gestão. Ou seja, esse recurso de comunicação com dados de desempenho da empresa, dos concorrentes, além de informações em tempo real, tem sido definitivo para a tomada de decisão.

C.R.M.: Customer Relationship Management
Consiste em ferramentas de nicho que executa desde algumas funções até a personalização de sites para clientes, utilização de aplicativos de larga escala que possibilitam captar interações com clientes, fornecendo relatórios para a gestão do relacionamento com o consumidor.


P.R.M.: Partner Relationship Management
Tem por objetivo gerar um relacionamento e construir parcerias, por meio de sistema. Muito utilizado em empresas B2B (Business To Business).


B.I.: Business Intelligence
Esse processo é ainda mais favorecido quando os gestores fazem uso do Data mining, uma ferramenta que permite que o Data Warehouse processe os dados com o objetivo de identificar fatores e tendências nos padrões das atividades desenvolvidas na organização. É um procedimento que constitui um diferencial para as decisões sobre mudanças estratégicas nas operações da empresa.

Tipos de Sistema: Legados, Integrados e Colaborativos.
Sistemas Legados : São sistemas desenvolvidos para atender a uma área específica, por exemplo, uma folha de pagamento, contabilidade, emissão de notas, etc.
Sistemas Integrados : São sistemas com centralização das informações que compartilham diferentes processos e negócios da empresa para todos os setores, dependendo do nível de acesso.
Sistemas Colaborativos: aqueles que permitem a comunicação de usuários internos e externos de uma organização. As principais características desses sistemas é a interatividade entre os usuários e a facilidade de conexão entre os diferentes sistemas que os compõem. Para que isso seja possível, é necessário um ambiente que permita a interação apropriada entre os envolvidos e esse papel cabe à internet.

Dados, Informação e Conhecimento
.